A história do Pilates


JOSEPH PILATES



Joseph Hubertus Pilates nasceu na cidade de Monchengladbach, Alemanha, no dia 09 de Dezembro de 1883. Com 30 anos de idade, trabalhava como acrobata de circo na Inglaterra. Devido ao início da Primeira Guerra Mundial em 1914, Joseph Pilates, juntamente com seus colegas do circo foram declarados inimigos estrangeiros, sendo presos na ilha de Man (situada na costa oeste da Inglaterra) até o final do conflito.

Nesse tempo de exílio, Joseph Pilates era um dentre os diversos especialistas que conduziam as atividades de exercícios físicos para uma quantidade superior a 24.000 internos ali residentes. Nessa época, Joseph Pilates, adquiriu experiência como instrutor e desenvolveu parte de sua linha de pensamento a respeito de condicionamento físico.


Em 1919, com o final do conflito, Pilates foi repatriado à Alemanha. Através de seu convívio com médicos, da influencia de seu pai que era envolvido com esportes e condicionamento físico, do período pós-guerra, onde o desenvolvimento de ciências, literatura e artes se fazia notório, da hidroterapia, meditação, dança moderna e de seu estudo autodidata sobre técnicas de respiração, anatomia, fisiologia, biologia e medicina chinesa, Pilates formulou suas ideias a respeito do que seria o condicionamento e a atividade física ideal.

A partir dessa bagagem, ele desenvolveu o protótipo de um aparelho que poderia auxiliar na recuperação de lesões e condicionar o corpo, tal protótipo se tornou a versão original do Universal Reformer, o primeiro aparelho de Pilates criado.
.

1920 a 1930

1930 a 1950



A cidade de Nova York era reduto de muitos dançarinos e entusiastas do ramo. Por serem comuns lesões nesse público, Joseph Pilates se tornou conhecido devido a sua capacidade para recuperar dançarinos lesionados. Foi nesse período que Pilates teve acesso a grandes personalidades da dança como Ruth St. Dennis e Ted Shawn, que convidou Pilates a desenvolver um programa de treino para sua escola de dança (Situada nas Montanhas Berkshire – Jacob’s Pillow). Por aceitar o desafio, Joseph Pilates ensinou na escola de dança entre 1942 e 1947 um repertório conhecido hoje como Mat Pilates, ou seja, os exercícios de solo originais foram desenvolvidos nesse período.


Em 1934, Pilates publicou seu primeiro livro, com o título “Your Health” (Sua Saúde), onde ele explica a respeito de suas ideias e conceitos de uma saúde normal. Em 1945, foi publicado seu segundo livro, “Return To Life Through Contrology” (Retorno a vida através da Contrologia), onde ele refinou suas definições e apresentou seu repertório de exercícios originais. “Por vinte anos, estudei profissionalmente os principais sistemas de desenvolvimento do corpo propostos e utilizados em escolas, faculdades, academias particulares e outras instituições e não hesito em falar que o sistema Pilates não é simplesmente 20%, 50% ou 80% mais eficiente mas, muitas e muitas vezes, tão eficiente como qualquer combinação prática de outros sistemas.” “É cineticamente apropriado, fisiologicamente bom e psicologicamente correto”

Frederick Rand Rogers Presidente do Instituto de Desenvolvimento Físico da América do Norte Citação no prefácio do livro Retorno a vida através da Contrologia – J. P.

Joseph acreditava profundamente que, se seu método fosse difundido universalmente nas instituições de ensino americanas, cada área da vida das pessoas seria beneficiada. A visão de Pilates estava na abordagem sistemática e disciplinada em relação ao domínio físico e mental, tal domínio levaria a pessoa a desfrutar um plano de consciência pessoal mais alto. De acordo com Pilates, seu método geraria um impacto positivo no mundo, reduzindo o sofrimento humano, diminuindo a necessidade de hospitais, sanatórios, manicômios e até prisões. Sua visão estava em apresentar o seu método ao mundo. No entanto, seus esforços para incluir o método dentro da comunidade médica e educacional não surtiram o efeito desejado e Joseph sentia frustração pela visão estreita e atitude passiva em relação à medicina preventiva dos profissionais da época. No final da década de 50, devido as condições do edifício do estúdio terem se deteriorado, além de que a região passou a se tornar mais perigosa, o estúdio como negócio entrou em decadência.



1960 a 1980


Expansão do método e chegada ao Brasil



No inicio da década de 80 o método Pilates começou a ser aceito e introduzido gradativamente na comunidade médica. No ano de 1983, pelo convite do Dr. James Garrick, Ron Fletcher (discípulo da primeira geração), auxiliou no desenvolvimento do primeiro Pilates com afiliação médica, atuando numa clinica de medicina da dança. A partir disso, diversos ortopedistas conceituados da cidade de Nova York passaram a encaminhar pacientes para a prática de Pilates, afim de realizar o trabalho na pós-reabilitação.


Na década de 90, o interesse da mídia pelo método Pilates aumentou consideravelmente. A partir disso, turmas em grupo de Pilates Solo, programas de saúde e bem-estar e a curiosidade crescente da comunidade médica começaram a promover o método de maneira exponencial.
Um divisor de águas para o relacionamento público com o Pilates foi uma ação judicial em Outubro de 2000, relacionada à marca Pilates. O resultado foi a rejeição do uso da palavra “Pilates” como marca registrada, sendo assim, a corte reconheceu o Pilates como uma designação genérica para um método de exercícios com equipamentos, sistema, pedagogia exclusivos que não pode ser possuída ou chamada por outro nome.

A partir dessa decisão, o crescente interesse público por atividades relacionadas ao bem estar da mente e do corpo elevaram a visão de Joseph Pilates para um patamar global. Tal expansão só foi possível pela percepção dos seus praticantes em relação aos resultados em níveis físicos, psicológicos e emocionais.
A visão de Pilates permanece como força poderosa cerca de 50 anos após sua morte. Sua mensagem é tão relevante hoje quanto era na década de 1940. Com seu trabalho agora divulgado em países do mundo inteiro, influenciando milhões de alunos, o sonho de Joseph Pilates finalmente se realiza.



Fonte: Exame de certificação em Pilates - Pilates Method Alliance